Você está em: Início > Notícias

Notícias

03/05/2019 - 14:59

Substituição Tributária

Contribuinte tem até 31-5-2019 para solicitar o parcelamento do ICMS-ST no Estado de São Paulo

Débitos poderão ser parcelados em até 60 prestações mensais


O Governo do Estado de São Paulo flexibilizou os pagamentos dos débitos de ICMS devido por substituição tributária por intermédio da publicação da Resolução Conjunta 3 SF/PGE, de 23-11-2018, a qual permitiu o parcelamento, em até 60 meses.

Os requerimentos devem ser feitos até 31-5-2019 e contemplam os débitos de ICMS-ST relativos a fatos geradores ocorridos até 30-9-2018. Não há restrição à quantidade de requerimentos, e podem ser parcelados os débitos declarados em GIA e não pagos, aqueles constituídos pela lavratura de auto de infração e também os decorrentes da autorregularização realizada, no Programa Nos Conformes.

Nos casos em que o débito já estiver inscrito em dívida ativa, o parcelamento do débito, que inclui imposto, multa e juros, deverá ser solicitado no endereço eletrônico da Procuradoria Geral do estado de São Paulo.

Se o débito não estiver inscrito em dívida ativa e ele for igual ou inferior a R$ 50 milhões, o pedido de parcelamento deverá ser efetuado por meio do Posto Fiscal Eletrônico - PFE. Nas demais hipóteses, mediante preenchimento de formulário (download no PFE) que deverá ser protocolado no Posto Fiscal de vinculação do contribuinte.

O parcelamento do débito poderá ser feito em 20 ou 60 meses, e ao valor de cada parcela serão acrescidos juros equivalentes à taxa Selic. O valor mínimo da parcela é de R$ 500, 00, devendo-se observar este limite em cada uma das certidões de dívida ativa, se for o caso.

A primeira parcela deve ser recolhida por meio de GARE-ICMS emitida no PFE (http://pfe.fazenda.sp.gov.br), para o parcelamento de débitos não inscritos em dívida ativa, ou no endereço eletrônico http://www.dividaativa.pge.sp.gov.br, para débitos já inscritos em dívida ativa ou ajuizados. As demais parcelas serão recolhidas por débito automático em instituição bancária conveniada.

A celebração do parcelamento implica confissão débito e renúncia expressa a qualquer defesa ou recurso administrativo ou judicial, bem como desistência dos já interpostos. A desistência de ações judiciais ou embargos à execução deve ser requerida, no prazo de 60 dias, contados do pagamento da primeira parcela, sob pena de rompimento do parcelamento.

FONTE: Notícias da Sefaz-SP.




Conte com o DP Prático, seu DP descomplicado.
Solução prática para as rotinas trabalhistas e previdenciárias.
Experimente grátis!

Indicadores
Selic Set 0,44%
IGP-DI Set -0,55%
IGP-M Set -0,64%
INCC Set 0,51%
INPC Set 1,20%
IPCA Set 1,16%
Dolar C 15/10 R$5,45040
Dolar V 15/10 R$5,45100
Euro C 15/10 R$6,31810
Euro V 15/10 R$6,32100
TR 14/10 0%
Dep. até
3-5-12
15/10 0,5000%
Dep. após 3-5-12 15/10 0,3012%